Arsae-MG antecipa fiscalização em Pouso Alegre devido ao aumento das reclamações sobre falta de água

Equipe da Agência solicitou explicações da Copasa sobre o desabastecimento e visita diversos bairros da cidade nesta quarta, 22/11

 

A Arsae-MG fiscaliza, in loco, nesta quarta-feira, 22/11, as ocorrências de desabastecimento de água em Pouso Alegre, sul de Minas.  Anteriormente prevista para a próxima semana, a fiscalização foi antecipada devido ao aumento das reclamações de moradores sobre a falta de água em diversos bairros, divulgadas pela mídia local.

De acordo com a Coordenadoria de Regulação e Fiscalização dos Serviços da Agência, ao tomar conhecimento das situações de desabastecimento de água nos bairros, a Gerência de Fiscalização Operacional (GFO) foi mobilizada para que a fiscalização fosse antecipada. A Copasa também foi acionada com questionamentos formais sobre os episódios de falta de água.

Segundo o agente de fiscalização da Arsae-MG, Guilherme Morais, será fiscalizada a falta de água em diversos bairros e a condição das captações, das estações de tratamento. “Também atenderemos uma demanda da Ouvidoria para verificação da eficiência da ETE Sapucaí-mirim”, explica. A fiscalização deve acontecer nos dias 22 e 23/11. As fiscalizações realizadas pela Arsae-MG são consolidadas em relatórios em que são apresentadas as conclusões, não-conformidades, medidas necessárias e penalidades.  A partir dessas fiscalizações são definidas medidas corretivas e sancionatórias aos regulados.

Sul de Minas

Ciente dos fatos de desabastecimento em outras localidades do Sul de Minas, e sempre preocupada em garantir a continuidade na prestação dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, a Arsae-MG está adotando todas as medidas legais que garantam, o quanto antes, o reestabelecimento dos serviços aos usuários.

A título de exemplo de ação, a Arsae-MG está avaliando, junto à prestadora, as causas da falta d’água em alguns dos municípios já identificados com problemas de abastecimento e as providências a serem tomadas, dentro do seu campo de atuação.

Extrema

Município também foi tratado como ponto de atenção devido ao crescente número de reclamações. A fiscalização foi realizada na cidade nos dias 20 e 21/11. Em breve será divulgado relatório final sobre essa fiscalização.

Varginha

A Arsae-MG está solicitando junto à prestadora esclarecimentos sobre a falta de energia que ocasionou falta d’água na cidade nos últimos dias por meio de ofício. É obrigatório que o prestador possua e adote Plano de Emergência e Contingência específico para cada município ou localidade atendida, para os casos de alteração nas condições de funcionamento dos sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário, conforme a complexidade dos sistemas. Este plano deve prever ações corretivas a serem adotadas em virtude de fatores internos e externos aos sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário, incluindo desastres ambientais e situações decorrentes de mudanças climáticas.

Serviços essenciais

A Arsae-MG está enviando ofícios para todas as cidades do sul mineiro atendidas pela Copasa com informações e orientações sobre falta de água para serviços essenciais por um período maior que 12 horas.

Importante ressaltar que, segundo a Resolução Arsae-MG nº129/2020, em seu Art. 7º “No caso de paralisação do serviço de abastecimento de água com duração superior a 12 (doze) horas, o prestador de serviços deve prover abastecimento alternativo, via veículo transportador, aos usuários que prestam serviços essenciais que solicitarem o serviço”.

Desse modo, usuários que prestam serviços essenciais (creches e escolas de ensino infantil e fundamental; hospitais e unidades de atendimento destinadas à preservação da saúde; estabelecimentos de internação coletiva), possuem direito ao abastecimento por meios alternativos para que os serviços não sejam impactados. Para que essa garantia seja mantida, é necessário que eles solicitem esse serviço junto ao prestador por meio de seus canais oficiais de atendimento:

Call Center: 0800 0300 115 ou 115;

  • Aplicativo Copasa Digital, disponível para IOS ou Android;
  • Agência Virtual e WebChat, ambos disponíveis em www.copasa.com.br. (A Agência Virtual está disponível todos os dias, 24h por dia. Já o atendimento humanizado via WebChat é realizado de segunda a sexta-feira, de 8h às 16h);
  • WhatsApp: (31) 99779-7000 (Atendimento humanizado via WhatsApp é realizado de segunda a sexta-feira, de 8h às 16h).

Caso não sejam atendidos, a orientação é que entrem em contato com a Arsae-MG.

A Agência segue atenta aos casos de desabastecimento nos municípios que regula e preocupada em garantir a continuidade na prestação dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

Sobre a Arsae-MG

A Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais – Arsae-MG – é uma autarquia estadual responsável pela regulação e fiscalização dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário no estado de Minas Gerais, com o objetivo de promover a universalização do acesso, a qualidade e a eficiência desses serviços.

A Arsae-MG atende a população pelo telefone 0800 031 92 93; via internet, por meio de formulário eletrônico no site; pelo MG-App e, por meio do WhatsApp no (31) 3915-9293.

 

 

 

Skip to content