Arsae-MG avalia serviços de água e esgoto de 68 municípios em janeiro e identifica 995 inconsistências

Foram analisados, no âmbito do Projeto MAIS Água e Esgoto, aspectos relacionados a paralisações no abastecimento, qualidade da água distribuída e cumprimento de prazos

 

A Arsae-MG avaliou, em janeiro deste ano, os serviços prestados pela Copasa e pela Copanor em 68 municípios mineiros e encontrou 995 problemas. A ação é resultado do Projeto MAIS Água & Esgoto, que tem como objetivo avaliar remotamente os serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário a partir de informações que os prestadores de serviços regulados enviam periodicamente para a Agência.

Nos sistemas de abastecimento de água foram verificados os volumes de água produzidos e perdidos na distribuição, os índices de atendimento, a ocorrência de paralisações, a qualidade da água e o cumprimento de prazos para atender a solicitações de usuários. Já nos sistemas de esgotamento sanitário foram averiguados os percentuais de atendimento com coleta, a ocorrência de extravasamentos de esgoto na rede coletora e a abrangência e eficiência do tratamento de esgoto. Como referência, foram utilizadas resoluções da Arsae-MG e parâmetros técnicos. Após posicionamento do prestador de serviços, 810 dos problemas levantados, ou seja, 81,4%, foram considerados concluídos.

Confira a lista dos 68 municípios avaliados: Estrela do Indaiá, Espírito Santo do Dourado, Pitangui, Serra da Saudade, Careaçu, Carvalhópolis, Heliodora, Alvarenga, Caiana, Conceição da Aparecida, Santa Margarida, Ubaporanga, Bom Jesus do Galho, Candeias, Caputira, Carvalhos, Durandé, Imbé de Minas, Orizânia, Santana da Vargem, São José da Safira, São Thomé das Letras, Senador Modestino Gonçalves, Mathias Lobato, Cruzeiro da Fortaleza, Rio Pomba, São Pedro da União, Divino das Laranjeiras, São Pedro do Suaçuí, Ervália, Virgolândia, Alpercata, Virginópolis, Engenheiro Navarro, Francisco Dumont, Ibiaí, Entre Folhas, Faria Lemos, Frei Lagonegro, Materlândia, Santa Bárbara do Leste, Vargem Alegre, Cantagalo, Ijaci, Marilac, Nacip Raydan, Cordislândia, Dom Cavati, Guaraciama, Liberdade, Sericita, Cristiano Otoni, Nazareno, Piedade de Caratinga, Santa Rita de Minas, São José do Mantimento, Andrelândia, Cana Verde, Passa-Vinte, Paulistas, Santana do Jacaré, São Vicente de Minas, Sardoá, Sobrália, Bom Jardim de Minas, Cristais, Veredinha e Senhora dos Remédios.

Os pareceres técnicos emitidos para cada município estão disponíveis na página do Projeto MAIS Água e Esgoto: http://www.arsae.mg.gov.br/projeto-mais-agua-e-esgoto/.

Assessoria de Comunicação Social da Arsae-MG

Skip to content