Arsae apresenta Projeto Acertar e Tarifa Social na Reunião da ABAR

 

Com o objetivo de discutir a qualidade e a abrangência dos planos municipais de saneamento básico, as políticas estaduais nesse segmento e o papel das agências reguladoras foi realizada, nos dias 18 e 19 de agosto, a 26ª Reunião da Câmara Técnica de Saneamento Básico, Recursos Hídricos e Saúde da Abar (Associação Brasileira de Agências de Regulação).

O gerente de Informações Econômicas, Samuel Barbi, representou a Arsae no evento. “A reunião foi excelente. Foram discutidos diversos temas de interesse da Agência, tais como qualidade da água e esgoto, indicadores, apoio jurídico, tarifas e crise hídrica. Os debates contribuem para o avanço da regulação e promovem uma busca compartilhada pela solução de problemas comuns”, esclarece.

Durante o evento, Samuel realizou duas apresentações. A primeira divulgou o “Projeto Acertar: Auditoria e Certificação de Informações para o cálculo de indicadores”, resultado de parceria entre o Ministério das Cidades e a Abar, com o propósito de aprimorar os processos de gestão das informações dos prestadores de serviços de saneamento.

A segunda apresentação foi sobre a Tarifa Social no Estado de Minas Gerais. “Foram apresentados o histórico da Tarifa Social em Minas Gerais, os novos critérios adotados, as formas de implementação e acompanhamento das atividades e os resultados conquistados ao longo de quase quatro anos de trabalho da Arsae nessa frente (de cerca de 320 mil famílias beneficiadas em 2012 para quase 900 mil em dezembro de 2015)”, explica Samuel.

Além disso, foram exploradas as possibilidades de parceria entre agência reguladora, prestadores, usuários, prefeituras e outras entidades para ampliação do número de beneficiários do programa.

 

Assessoria de Comunicação Social Arsae-MG

(31) 3915-8130/8138/8139

 

Skip to content